Atendimento ao Cliente:

(71) 2102-9600comercial@lmfrotas.com.br Ir para o site da LM

LM Frotas Terceirização de frota por quem é especialista

Caminhada Grupo LM

lm-seg

Acontece no dia 17 de dezembro de 2016 a VI Caminhada do Grupo LM. A caminhada já virou uma tradição da empresa e conta com duas largadas: uma no Farol da Barra (caminhada total de 11,5 km) e outra na Conceição da Praia (caminhada total de 7,0km). A iniciativa conta com a participação do presidente do Grupo LM e colaboradores da LM Frotas, AuraBrasil e Bravo Caminhões, além de parceiros e clientes dessas organizações.

Postado em: 9 de dezembro de 2016

Dicas para se tornar um empreendedor de sucesso

entrepreneur-593371_960_720

Montar o próprio negócio se tornou o sonho de muitos profissionais. Contudo, essa tarefa não é tão simples como parece e exige desse profissional muito empenho e dedicação. Pensando em facilitar a vida dos aspirantes a empresário, separamos algumas dicas para ajudar a lidar com os riscos de investir no próprio negócio:

Correr riscos: Como já dissemos, não há como abrir seu próprio negócio sem se arriscar, mas você deve fazer disso um desafio que o incentivará a encontrar novos caminhos para as adversidades que surgirão;

Buscar conhecimento: Montar seu próprio negócio exige muito conhecimento na área em que você pretende atuar, além é claro, de certos trâmites burocráticos que envolvem os setores administrativo e financeiro de uma empresa;

Expressar-se bem: A todo o momento, você precisará argumentar e negociar com alguém, seja ele um cliente, um fornecedor ou funcionário. Logo, você precisará se fazer ser compreendido rapidamente através de uma linguagem lógica, objetiva e convincente;

Ser um bom líder e não apernas um chefe: Ao abrir seu próprio negócio, você deixa de ser o funcionário de alguém e assume o papel de líder, da pessoa que deve ser considerada um exemplo dentro da empresa. Sendo assim, não cometa os erros dos seus antigos chefes, conquiste o respeito e a admiração dos seus colaboradores mostrando-se aberto a feedbacks e negociações;

Pensar a longo prazo e planejar os negócios da sua empresa: Tão importante quanto investir nos seus negócios é pensar em como você gostaria que ele estivesse no futuro e qual patamar ele deveria atingir. Enfim, como num jogo, não basta participar, mas também pensar em como a próxima jogada pode te levar a vencer, ou seja, definir um objetivo e traçar metas para alcança-lo;

Definir e segmentar sua área de atuação: Não adianta investir e planejar o que pretende fazer do seu negócio, se você nem mesmo sabe a que ele se restringe. Quando não se sabe algo tão básico como isso, todo e qualquer esforço empregado não promoverá o resultado desejado. Desse modo, antes de qualquer coisa, defina bem o foco dos seus negócios, pois quanto melhor segmentado ele for, mais conhecimento e controle sobre ele você terá.

Postado em: 1 de dezembro de 2016

Tipos de carros: Você sabe reconhecer o seu?

blog

Desde que surgiram, os carros tem evoluído muito, não só em termos de tecnologia, mas também em termos de design. A prova disso é o número cada vez maior de categorias criadas para classificar os veículos e agradar aos diferentes tipos de motoristas. Você, por exemplo, saberia dizer a qual categoria o Fiat Uno pertence? Se a resposta for “não”, fique tranquilo, listamos abaixo algumas dessas categorias com uma breve explicação de cada uma delas.

Hatch: carros populares pelo seu preço e simplicidade, possuem três ou cinco portas (neste caso o porta-malas é levado em conta). São ideais para quem mora nas grandes cidades, onde estacionamentos e garagens estão cada vez mais disputados e com menor espaço. Os hatchs ainda podem ser compactos como o Fiat Uno, o Chevrolet Celta ou o Ford Ka, ou médios e esportivos como Ford Focus, o Renault Sandero ou o Volkswagen Golf;

Sedan: popular principalmente entre famílias, já que normalmente traz bastante espaço. Em geral o sedan é caracterizado por possuir uma carroceria divida em três partes: o cofre do motor, localizado na frente; a cabine para passageiros, no meio e o porta-malas, atrás. Chevrolet Cobalt, Nissan Versa e Honda City são modelos Sedan;

Monovolume ou minivan: carros espaçosos, recomendados para grandes famílias, já que a depender do modelo podem transportar até seis pessoas. Os monovolumes ainda oferecem versatilidade no posicionamento dos bancos e a sua altura torna a condução mais fácil para o motorista. Os modelos Citröen Picasso e o Fiat Idea são alguns exemplos de carros monovolumes;

Station wagon ou perua: são veículos planejados para transportar passageiros e cargas ao mesmo tempo. É o tipo ideal de veículo para quem viaja muito, carrega muita bagagem ou tem uma família grande. O Fiat Fiorino e o Toyota Fielder são exemplos de peruas;

SUV: Os veículos do tipo SUV são utilitários esportivos e são inspirados nas caminhonetes e picapes, com um visual arrojado e característico. O Ford Ecosport e Kia Sorrento são exemplos do modelo.

Postado em: 8 de novembro de 2016

Novembro Azul

novembro

 

Com o intuito de conscientizar os homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata, o Grupo LM traz o mote ‘Azul é a cor da consciência’. No mês de Novembro, prevenir é a palavra, já que diagnosticar casos no início aumentam as chances de cura em até 90%.

Para conscientizar a população da importância dos exames anuais a partir dos 50 anos, a Sociedade Brasileira de Urologia e o Instituto Lado a Lado pela Vida realizam o Novembro Azul. A campanha, idealizada pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida, tem foco na conscientização do câncer de próstata no Brasil. Para conferir todas as ações no calendário, acesse aqui. O movimento é nacional e você também pode participar.

 

Fatores de risco:

done-2  Idade (cerca de 62% dos casos são de homens a partir dos 65 anos)
done-2  Histórico familiar
done-2  Raça (maior incidência entre os negros)
done-2  Alimentação inadequada, à base de gordura animal e deficiente em frutas, verduras, legumes e grãos
done-2  Sedentarismo
done-2  Obesidade

Sintomas (só aparecem nos casos avançados):

done-2  Vontade de urinar com urgência
done-2  Dificuldade para urinar
done-2  Levantar-se várias vezes à noite para ir ao banheiro
done-2  Dor óssea
done-2  Queda do estado geral
done-2  Insuficiência renal
done-2  Dores fortes no corpo

 

Postado em: 2 de novembro de 2016

Depreciação Veicular

Um dos sonhos da maior parte dos brasileiros é possuir um carro e quando se alcança este sonho, passamos a querer trocar de carro, fascinados pelos novos modelos lançados pelas montadoras. Com isso, esquecemos de nos fazer a seguinte pergunta: até onde este hábito pode prejudicar as finanças de uma pessoa?

Por mais que você não entenda muito de finanças, certamente deve perceber a desvalorização que um carro sofre ao sair da concessionária. Por isso, você deve usar esta informação a seu favor para descobrir o melhor momento para trocar de veículo. É muito importante deixar de lado os desejos por uma nova “máquina” e analisar o cenário da sua situação financeira, utilizando este tempo para refletir as melhores opções enquanto evita uma desvalorização ainda maior do automóvel.

Você deve estar se perguntando o porquê do tempo ter a ver com a desvalorização de um automóvel, a resposta é o fato do cálculo da taxa de depreciação ser baseado na data em que o veículo foi comprado. Geralmente, essas taxas ficam na casa dos 15% durante o ano, e no primeiro ano de uso do veículo, as taxas aumentam podendo variar de 20 a 25%. No entanto, após o segundo ano de uso as taxas de desvalorização caem significativamente para menos de dois dígitos, sendo assim, é possível concluir é mais vantajoso demorar mais tempo para trocar de carro ou comprar um veículo com um ano de uso, já que a venda após 12 meses o valorizaria novamente.

Além do tempo de uso, outros fatores também contribuem para essa depreciação veicular, alguns deles são: modelos desconhecidos, marcas desconhecidas e que, por sua vez, ainda não conquistaram a confiança do público; cores extravagantes ou que agradam apenas a minoria dos consumidores; o fato do carro ter ou não apenas um dono e uma pessoa que dirija e muitos outros que estão ligados ao perfil do proprietário.

Tem alguma dúvida, a tabela FIPE pode ser uma excelente referência quando o assunto é depreciação de veículos.

Postado em: 26 de outubro de 2016

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Twitter

  • ✔ Empresa especialista em gestão de veículos. ✔ Mais de 35 anos de experiência. ✔ Uma das maiores do país no segmen… https://t.co/DpXNSOet6j
  • #DicaLM: A bateria do seu carro descarregou? Existem diferentes maneiras de recarregar. https://t.co/XDojXHSEKs https://t.co/Kx7c4UR0aF
  • Você sabia? Empresas de todos os seguimentos tem procurado reduzir custos passando a gestão de suas frotas para pre… https://t.co/FX2PXTMAZt
  • Para aproveitar as oportunidades oferecidas pela #SeminovosLM, basta ter registro ativo no CNPJ. Saiba mais:… https://t.co/eoDkvkWC6H
  • Montar o próprio negócio se tornou o sonho de muitos profissionais. Essa tarefa exige empenho e dedicação.… https://t.co/aWgRWbCW5W
Abla Anav Sindiloc
Iwwa Agência Digital